Cânula Cosman CC/RFK

Cânulas de radiofrequência (RF) desenhadas para uma colocação fácil e precisa sobre o nervo alvo de tratamento, como por exemplo um nervo espinal doloroso. A cânula é colocada de forma percutânea, colocando-se juntamente um elétrodo de RF para fornecer a energia de RF ao tecido a tratar e medir a temperatura deste. Estas cânulas são lisas, manejáveis e economicamente viáveis para utilização com elétrodos termopar (TC). O isolamento de cada uma das cânulas de RF estreita-se na ponta de modo a facilitar a introdução e as manobras, além disso a versão ecogénica melhora a visibilidade da ponta nas imagens obtidas a partir de ultrassom. Estão disponíveis em todos os tamanhos e formatos utilizados para o tratamento da dor.

Categorias: ,

Características

  • Cânulas de RF lisas, manejáveis e rentáveis para utilização com elétrodos termopar (TCD).
  • A gama de cânulas mais ampla do mercado, com várias medidas disponíveis para uma melhor utilização terapêutica:
    • Ponta ativa: 2 mm, 4 mm, 5 mm, 10 mm, 15 mm.
    • Comprimento: 5 cm, 10 cm, 15 cm e 20 cm.
    • Espessura: 23G, 22G, 21G, 20G e 18G.
  • Ponta ativa disponível em dois formatos distintos: reta ou curva (CC/RFK).
  • Dois tipos de ponta ativa: cortante ou sem fio (Sharp/Blunt).
  • Possibilidade de versão ecogénica melhorada (EchoRF ™).
  • Desenho em forma de cubo ergonómico, com eixo direcionável rígido e isolamento cónico especificamente na ponta para facilitar a introdução e as manobras.
  • Código de cores para identificar facilmente cada cânula com o elétrodo correspondente.
  • Correspondência de cores e compatibilidade das cânulas com todos os elétrodos Cosman com o mesmo comprimento, incluindo o modelo reutilizável de aço inoxidável (CSK) e o descartável (TCD).
  • Fio-guia facilmente removível nas versões CC/RFK para poder inserir o elétrodo detetor de temperatura com o tamanho adequado (standard ou descartável).

Especificações

  • Estilete e elétrodo fáceis de colocar e remover para maior precisão durante a intervenção.
  • Imagens claras de fluoroscopia/ultrassom: cânulas com um desenho compacto muito visível e outra opção ecogénica para utilização com ecógrafo.
  • Utilização habitual em técnicas de RF, tanto térmica como pulsada, sobre estruturas nervosas à volta da espinal medula, tanto ao nível lombossacral como cervical.
  • As intervenções mais comuns ao nível espinal são: RF térmica de Ramos mediais, RF pulsada de GRD, simpatectomia, etc.
  • As intervenções mais comuns ao nível dos nervos periféricos são: RF pulsada do nervo supraescapular, esplâncnico, calcâneo, joelho (geniculares e intra-articular), peroneal, glúteo, tibial, etc.
  • Utilização habitual em neuralgia do trigémio (com referência CC-10222 desenhada especificamente para esta intervenção).
  • O seu desenho leve e a sua cavidade interna permitem injetar anestésicos, corticoesteroides, contraste e outros líquidos através da cânula para um tratamento localizado com estes.